Brincando nos campos do senhor

De Peter Mathiessen.
301138_273441049344228_1847914379_nFui praticamente obrigada a ler esse livro por Carlos, que o passou na frente de “Casa Grande & Senzala”. No meio da selva amazônica, um grupo de missionários protestantes americanos tenta converter índios selvagens ao cristianismo antes do padre católico espanhol também radicado na região.Ao mesmo tempo, um mestiço de índio americano encontra no convívio com a tribo selvagem um canal para reencontro com suas origens. O texto, forte, expõe a hipocrisia reinante nessa corrida pela salvação de almas, ao mesmo tempo em que não endeusa os não tão inocentes selvagens. A missão agora é assistir ao filme homônimo de Hector Babenco. (Enquanto isso, Gilberto Freyre continua me olhando de soslaio ali da cabeceira).
 (Publicado originalmente no Facebook em 2 de outubro de 2011)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s