The time machine

De H.G. Wells.

189259_194647827223551_8246280_nTem gente que julga conhecer um clássico só de tanto ouvir falar, ou de tanto ver referências a ele. O barato de realmente LER um clássico é entrar em contato com uma essência que muitas vezes se perde nessa espécie de telefone sem fio. Foi assim com “The time machine”. Homem cria máquina, homem viaja no tempo – todo mundo conhece essa parte da história. Os mais nerds vão saber que o termo “morlocks” foi criado por Wells e não por Stan Lee. Mas só lendo Wells pra resgatar o genial diálogo sobre o tempo como a quarta dimensão, sem falar na filosofia socialista que permeia a narrativa do personagem principal sobre sua viagem ao ano 800.000. Edição baratíssima da Dover Thrift, deve ter me custado uns R$ 3,00. Um clássico é um clássico é um clássico.

(Publicado originalmente no Facebook em 3 de março de 2011)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s