O ano da morte de Ricardo Reis

De José Saramago

431711_357329197622079_1924825978_nDemorou, mas o Diário de Leitura está de volta (“e quico?”). Comecei esse Saramago logo depois de encerrar o walter hugo mãe, um portuga depois do outro. Mas a coincidência não é só essa. Em “A máquina de fazer espanhóis” um personagem de Fernando Pessoa aparecia brilhantemente como coadjuvante – o Esteves sem Metafísica do poema A Tabacaria; no Saramago, já diz o título, um de seus heterônimos é o protagonista. Na história, o médico Ricardo Reis volta a Portugal por causa da morte de seu criador, Pessoa. Aquele tenta se restabelecer em seu país de origem enquanto recebe visitas do fantasma do poeta. Não é o meu livro preferido de Saramago, mas se até eu, que pouco li de Pessoa, me diverti encontrando citações a sua obra. Valeu toda a angústia de tentar achar uma pausa nos parágrafos antes de terminar a viagem de metrô.

(Publicado originalmente no Facebook em 26 de fevereiro de 2012)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s