A máquina de fazer espanhóis

de walter hugo mãe

399704_325872867434379_258904347_no português walter hugo mãe foi o queridinho da flip 2011 e sua onipresença na cobertura do evento me chamou a atenção. a princípio, a leitura incomoda um pouco – parece alguém fazendo força para parecer ou superar saramago – mas o fato é que o cabra é bom mesmo. em “a máquina de fazer espanhóis”, o sr. silva, 83 anos, tenta lidar com seu presente num asilo de idosos, enquanto repassa o passado como pessoa comum em meio ao salazarismo. o abandono, a solidão, a perda pessoais; as cicatrizes que ficaram no portugal pós-ditadura, “um país de cidadãos não praticantes”. livro lindo da cosac-naify, recomendo. p.s. walter hugo mãe, ainda não sei por que, não usa maíusculas em seus textos.

(publicado originalmente no facebook em 10 de janeiro de 2012)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s