Como ler vários livros ao mesmo tempo

Acho engraçado sempre que me perguntam como consigo ler vários livros ao mesmo tempo – ué, todo mundo que foi pra escola teve que lidar, em algum momento, com várias matérias se desenvolvendo simultaneamente. Tá bom, eu sei que essa parte não foi fácil pra todo mundo – mas e as novelas da Globo? Você não via a das 6, a das 7, a das 8 e ainda o Vale a pena ver de novo? Não acompanha um monte de seriados ao mesmo tempo? Rá, te peguei!

Ok, gracinhas à parte, é claro que cada pessoa é seu próprio universo particular e ninguém tem nada com isso. Mas já que o assunto leituras simultâneas é recorrente, então resolvi explicar um pouco como funciona pra mim, que leio em média cinco ou seis livros ao mesmo tempo:

Livro é um objeto.

(Eu sei, parece que vou anunciar o segredo de Fátima e começo com uma obviedade – mas é que obviedades têm uma tendência incrível de serem esquecidas).

Como eu ia dizendo, o livro é um objeto – ele tem tamanho, textura, cheiro e, especialmente, peso. E este é o grande lance com as leituras simultâneas para leitores compulsivos como eu: a gente escolhe estratégias de leitura basicamente de acordo com o grau de carregabilidade do livro.

Sim, amigos.

Carregabilidade – a possibilidade ou impossibilidade de carregar o tal objeto livro com você.

Pra mim, isso é fator determinante para a definição do contexto de leitura. Se o livro é leve, vai na bolsa e eu leio no transporte público. Se é pesado demais, fica na cabeceira pra ser lido à noite, e por aí vai.

Então, meio que intuitivamente, faço o caminho contrário: é a quantidade de contextos de leitura diferentes que definem quantos livros vou ler simultaneamente. Quando escrevi esse post, por exemplo, era este o status:

  • Tudo que deixamos pra trás, de Maja Lunde, razoavelmente carregável, foi lido principalmente no busão entre Pinheiros e o Morumbi.
  • Estrela de couro, de Frederico Pernambucano de Mello, livrão em todos os sentidos, ficou na cabeceira pra ser lido ao acordar.
  • A poem for every night in the year, coletânea de poemas em forma de calendário, fica igualmente na cabeceira pra ser lido ao ritmo de uma poesia por dia.
  • L’île mystérieuse, de Júlio Verne está no Kindle para ser lido à noite; como é em francês, os dicionários integrados da geringonça me ajudam a tirar dúvidas.
  • Don Quijote de la Mancha, tijolão da Real Academia Espanhola, fica no meu armário do trabalho para ser lido depois do almoço, um capítulo por dia.
  • Livros mais curtos às vezes eu leio de uma tacada só em casa, nos fins de semana.

Claro que a rotatividade dos livros carregáveis é muito mais alta, não sendo raro que eu dê cabo de um inteiro em dois dias de ida e volta no busão. Pra isso, além de escolher bolsas em que caibam livros confortavelmente, eles também vão acomodados em saquinhos de pano – desses em que vêm os sapatos novos – para que não se desgastem com o sacolejo natural das caminhadas.

Na verdade, são dois elementos da física que desafiamos quando queremos ler vários livros simultaneamente. O primeiro, falamos bastante, é o peso. O segundo é o tempo.

Trabalho no mínimo oito horas por dia, como a maior parte dos adultos, e gasto outro par de horas em trânsito. Por isso, pra mim é essencial criar estratégias para eu tenha sempre um livro comigo, em qualquer circunstância, pra aproveitar cada minuto livre. No fundo, todo mundo tem tempo pra ler, se essa for uma prioridade (já escrevi sobre isso aqui).

Mas e dá pra acompanhar todas as histórias ao mesmo tempo? Claro. Assim como as novelas e os seriados.

Cada livro tem o seu universo próprio e não existe risco algum de misturar histórias na cabeça. Pelo contrário, eu gosto das conexões inusitadas que acabam surgindo, o que é essencial para escrever as resenhas aqui do blog.

IMG_4594

Duas últimas dicas pra quem gosta de deixar livros na cabeceira: tenha uma boa lanterna de leitura com luz de led e, se um dia for investir em um Kindle ou similar, não caia na bobagem de comprar o mais baratinho: vale a pena o investimento em um modelo que tenha luz própria na tela (no caso do Kindle, é a linha Paperwhite).

É isso. É noite de domingo, vou ali pegar minha lanterna de leitura e me divertir um pouco com Dom Quixote e Sancho Pança. Até o próximo post e boas leituras!

3 comentários sobre “Como ler vários livros ao mesmo tempo

  1. Muito bom. Já faz algum tempo q leio três livros ao mesmo tempo. Como sou apaixonada por contos e crônicas, sempre leio um de cada juntamente com um romance.

    Curtido por 2 pessoas

    1. Estou lendo três livros aos mesmo tempo:
      Biologia, Sagarana- João Guimarães Rosa e Venenos de Deus Remédios do Diabo – Mia Couto.
      Agora quero entender qual a razão do Mia Couto tratar sobre as funções da celulas eucaríotica nos sertões das Gerais . kkkkkk
      É brincadeira!

      Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s