Minha alma é irmã de Deus

De Raimundo Carrero

247469_215108621844138_7320243_nCamila era uma e era também uma legião inteira: sequestrada, prostituta, meiga, mendiga, louca, uma coisa de cada vez e às vezes tudo ao mesmo tempo. Zanzando pelas ruas do Recife com integrantes de uma seita religiosa, ela tenta entender o que é isso de existir e de ter um corpo. Prosa linda, linda, linda, de quem não apenas conta uma história muito bem, mas faz isso criando uma forma particular de usar a língua, como só os melhores sabem fazer. Primeira vez que li Carrero e – cacete! – por que raios demorei tanto?

(Publicado originalmente no Facebook em 28 de maio de 2011)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s